TRANSFORMAÇÃO DIGITAL para Usuários
e Analfabetos digitais

A Transformação Digital é um dos movimentos mais democráticos que já existiu, ela impacta (e impactará), positiva e/ou negativamente, a toda e qualquer pessoa, não importa a sua atividade, área de atuação, profissão, momento profissional, idade, gênero, raça, posição social, etc.

Podemos dividir as pessoas em dois grupos, as pessoas que tem conhecimento de tecnologia, seja profissional, por afinidade ou hobby e os que se consideram analfabetos digitais ou simplesmente usuários.

Este post é para o segundo grupo: Analfabetos digitais e usuários.

(é importante dizer que o analfabetismo digital não tem nada a ver com grau de escolaridade ou cultural)

Embora o grupo de analfabetos digitais tenha diminuído, ainda representam uma grande parte da população e mantém muitos mitos sobre a Transformação Digital que precisamos eliminar de suas vidas urgentemente.

Cada vez mais as pessoas vão tomando ciência de que a Transformação Digital faz parte de seu dia a dia, muitos que se autoproclamam analfabetos digitais estão lendo este post em seus smartphones…

Porém, independentemente se você pertence de fato ou não a este grupo, é importante que leia este post até o final porque ele pode mudar a sua vida.

Para empresas e profissionais da área de tecnologia a Transformação Digital significa aplicar tecnologias digitaispara aumentar a produtividade, reduzir custo, aumentar o alcance geográfico da empresa e em definitiva, aumentar a competitividade.

Se você não é uma empresa ou profissional de tecnologia, mesmo sem tem nada a ver com este setor, você não escapará da Transformação Digital, inevitavelmente você será impactado por ela.

Os produtos que você consome, os serviços que você utiliza, a forma que você trabalha, se veste, se alimenta, se locomove, se comunica e se diverte.

Não há nada que você esteja utilizando ou consumindo neste momento que não tenha, direta ou indiretamente, tecnologia.

Antes de mais nada, devemos esclarecer dois pontos.

O primeiro é não considerar somente tecnologias digitais, mais também as analógicas e falar de um conceito mais amplo, a Transformação Tecnológica.

O segundo é não olhar a tecnologia pela tecnologia em si e sim pelo seu impacto.

Ambos enfoques fazem parte do conceito da Tecno-Humanização, se quiser conhecer, baixe o e-book sobre o conceito da Tecno-Humanização aqui.

As empresas precisam de tecnologia para desenvolver novos produtos e serviços, produzi-los e entrega-los, mas isso inevitavelmente impacta as pessoas porque são elas que vão consumir, direta ou indiretamente estes produtos e serviços, portanto são o outro lado da transformação digital.

Para ficar mais fácil de entender como utilizar o enfoque no impacto e não na tecnologia em si, vamos dar dois exemplos.

  • Tecidos inteligentes, que através do suor, podem identificar deficiências vitamínicas e algumas doenças (e isso pode salvar a sua vida). Roupas esportivas que controlam suas constantes vitais (batimento cardíaco, respiração, oxigenação, temperatura, etc.), algumas controlam e corrigem posturas como é o caso da Nadi X (https://www.wearablex.com), ou tênis que medem esforço, equilíbrio, cargas, e fazem recomendações para seu treino, como o Under Armour Gemini ou o novo modelo da Samsung.

Eu poderia mostrar milhares de novas tecnologias já disponíveis, algumas delas muito atrativas como o uso de realidade aumentada e realidade virtual como apoio a vendas no varejo, ou algumas tecnologias que estão em desenvolvimento, como lentes de contato que gravam absolutamente tudo o que vemos, mais o objetivo do post não é falar sobre tecnologia e sim mostrar que ela está presente em nosso dia a dia, portanto é importante entender como isso impacta a nossa vida.

Às vezes, vendo algumas tecnologias, mesmo fazendo parte da indústria há mais de 30 anos fico fascinado. Isso me faz imaginar que deve ter sido exatamente assim como os portugueses encantavam (e enganavam) os índios no Brasil com espelhos e bugigangas à sua chegada ao Brasil.

Portanto não podemos cair na mesma cilada, algumas tecnologias são supérfluas, inúteis e sem sentido, outras melhoram nossa qualidade de vida ou até as salvam, portanto devemos ter senso crítico ao consumi-las.

Mais voltando aos nossos exemplos, no caso das roupas inteligentes, se você trabalha no setor têxtil, deve saber que este tipo de roupa vai impactar à indústria, é muito diferente fabricar roupa “comum” que roupa inteligente, muda os tecidos, muda a armazenagem, manipulação, máquinas, mãos de obra, equipamentos, etc., etc.

No varejo, será necessário treinamento específico para os vendedores e necessidade de WIFI nas lojas, caso o cliente queira baixar e testar o App que interage com a roupa.

Este tipo de roupa pode impactar o mercado de academias e as profissões de professores de educação física, personal trainners, etc.

Da mesma forma que os fones de tradução simultânea podem abrir um universo muito rico de conhecimento, acesso a qualquer pessoa a cursos que estão disponíveis, de forma gratuita, em universidades online (http://mooc.org), desde pequenas faculdades às melhores universidades do mundo como Harvard, Stanford ou MIT.

O idioma deixaria de ser uma barreira, por outro lado, tem outros impactos não tão positivos que devemos analisar, como por exemplo, os curso e professores de idiomas poderiam desaparecer, ou reduzir-se MUITO.

Neste caso específico, existem ainda efeitos colaterais mais importantes, há estudos que demonstram que aprender outro idioma, de forma natural, aumenta conexões neurais (sinapses), melhora a memória e a capacidade cognitiva, além de aumentar a autoconfiança e a capacidade de concentração. Tudo isso deixaria de existir…

Eu te lanço um desafio, qualquer que seja a sua área de atuação, caso você ainda não esteja convencido que a tecnologia vai impactar a sua profissão ou a sua vida, me manda uma mensagem e eu te demonstro o contrário.

A transformação tecnológica vai impactar a todos e não somente a empresas ou profissionais de tecnologia.

Para evitar surpresas negativas ou deixar escapar oportunidades, você tem vários caminhos, fazer um curso online sobre a Transformação Digital para Usuários e Analfabetos digitais, conhecer a metodologia que te permite analisar o impacto da tecnologia (MAIT) em sua vida, em sua profissão, em seu setor, em sua empresa, ou se aprofundar no conceito da Tecno-Humanização fazendo o workshop (clique aqui). Isto também te dará o direito de, posteriormente participar da comunidade da Tecno-Humanização onde profissionais e empresas de diferentes setores e segmentos compartilham informações, conhecimentos, experiências e isso pode ser a diferença entre o seu negócio ser próspero ou desaparecer.

Se ainda não está convencido e quer ter mais informação sobre o workshop, seu conteúdo, metodologia e benefícios, assista de forma gratuita uma mini-palestra onde eu vou esclarecer todas as suas dúvidas (mini-palestra gratuita).

Te vejo no próximo workshop sobre a Tecno-Humanização das Organizações onde abordaremos de forma integrada, com ferramentas e metodologias, a Transformação Tecnológica, de Negócios e de Mentalidade (Technology, Business & Mindset Transformation)!!!

Assine a Newsletter

Inscreva-se aqui e receba as últimas novidades da Tecno-Humanização no seu e-mail.

VEJA TAMBÉM:

Show Buttons
Hide Buttons