TRANSFORMAÇÃO DIGITAL para Profissionais liberais e autônomos

A Transformação Digital é um dos movimentos mais democráticos que já existiu, ela impacta (e impactará), positiva e/ou negativamente, a toda e qualquer pessoa da face da terra, não importa a sua atividade, área de atuação, profissão, momento profissional, idade, gênero, raça, posição social, etc.

 

Muitos profissionais liberais, que não sejam da área de tecnologia, se consideram analfabetos digitais ou “apenas” usuários por necessidade. O principal motivo disso é porque estão focados em seu negócio e isso é ótimo, porém não suficiente.  Alguns cometem um erro grave, principalmente no caso de profissões regulamentadas, consideram que sua atividade está imune à transformação digital. 

Em sua visão, a imunidade interna, não permite a inovação tecnologia por se tratar de atividades que requer trato individual e humano ou a imunidade externa porque consideram que a tecnologia não pode “invadir” a profissão porque está protegida por leis, regulamentações, conselhos regionais ou sindicatos.

 

Deixa-me te dar uma notícia, NADA nem NINGUÉM está imune à Transformação Digital.

Pensar que uma profissão está protegida por leis ou conselhos regionais é de uma ingenuidade enorme.

 

Na imensa maioria dos casos, a tecnologia não trata de substituir uma atividade e sim complementa-la.

Por exemplo, a terapia online estava permitida desde 2012, porém com inúmeras restrições. Em junho deste ano o Conselho Regional de Psicologia liberou o atendimento online através da resolução 11/2018 que segundo Rosane Granzotto, conselheira do CFP, “nós regulamentamos uma coisa que acontece na prática”.

 

Agora vamos imaginar algo mais complexo, um psicólogo que, além de atender em seu consultório ou online também da treinamentos, palestras, e tem uma equipe grande em sua clínica, isso gera uma quantidade grande de interações com seus pacientes ou alunos.

Se todas as perguntas, dúvidas, consultas, etc., forem respondidas, consumiria uma quantidade enorme de tempo, e se não forem, geraria uma insatisfação muito grande no cliente dando uma imagem negativa.

O que fazer?

Fácil, criar um chatbot, com inteligência artificial, e que seja ela que responda 70-80-90% das perguntas.

Mais Inteligência artificial não é algo futurista, muito caro e somente para grandes empresas? 

A resposta é não.

Depende o que quiser, mais com um investimento extremamente acessível, entre 5 e 15 mil reais, você tem um chatbot exclusivo e personalizado pra você, atendendo aos seus clientes 24 horas por dia, 7 dias por semana, 365 dias por ano (sem cobrar hora extra). Neste caso, o maior investimento não seria financeiro e sim de tempo para que o profissional ensine e passe seus conhecimentos à IA.

 

Já que falamos em Inteligência Artificial (IA) podemos dizer que ela vai impactar varias profissões, como médico, psicólogo, advogado, enfim… 

Sabendo utilizar a seu favor, pode ser uma enorme oportunidade, do contrário… 

 

Há profissionais liberais ou autônomos que precisam se transformar para acompanhar o mercado, os que vão desaparecer e outras que vão surgir e não há nada que possamos fazer para evitar, somente entender e nos posicionar adequadamente.

 

Profissionais liberais ou autônomos que vão desaparecer pela TRANSFORMAÇÃO DIGITAL

 

Agora, vamos falar de profissões que correm mais perigo, em geral, os intermediários, tais como representantes comerciais, corretores de imóveis, etc..

As profissões intermediarias são as primeiras que irão desaparecer com a Transformação Digital, a tecnologia vai conectar a oferta à demanda diretamente.

 

No caso do corretor de imóveis, embora provavelmente aconteça, seria absurdo o CRECI tentar evitar que as transações imobiliárias ocorram diretamente entre o vendedor e o comprador através de ferramentas eletrônicas. 

Já sei o que os corretores vão dizer, recentemente tive uma longa conversa com um que me dava os argumentos que eles agregam valor, evitam golpes, fraudes, erros, problemas, e fazem um trabalho de busca que o cliente não pode fazer por falta de tempo, etc..

Após ouvi-lo, fiquei mais convencido de que a profissão desaparecerá…

Mais enfim, não estou incentivando transações imobiliárias diretas nem desejando que as imobiliárias desapareçam, somente constatando uma realidade que acontecerá, querendo ou não, gostando ou não.

 

Caso queira ver um estudo feito pela Universidade de Oxford sobre o futuro do trabalho e a lista de profissões que vão desaparecer, clique aqui.

 

 

Profissionais liberais ou autônomos que vão surgir pela TRANSFORMAÇÃO DIGITAL

 

Novas profissões vão surgir, como por exemplo analista digital post mortem, que são pessoas que vão cuidar, tratar, apagar ou proteger sua imagem digital, tais como redes sociais, sistemas, aplicativos ou outras plataformas digitais, descadastrar, apagar usuários e senhas, e todas as funções necessárias para evitar que a identidade digital da pessoa seja usada indevidamente, inclusive com intuito delitivo, após a sua morte.

 

Com o aumento de esperança de vida, uma das maiores preocupações do ser humano é ter um fim de vida saudável e digno. Neste contexto tem surgido pessoas que são consultores de aposentadoria, que ajudam as pessoas a planejar: alimentação, atividade física regular, investimentos financeiros, preparação psicológica para a transição da vida corporativa à aposentadoria, hobbies, etc.

 

 

 

 

Profissionais liberais ou autônomos vão aumentar pela TRANSFORMAÇÃO DIGITAL

 

Seja pelo aumento de desemprego ou pela busca de maior qualidade de vida, flexibilidade e autonomia, os conselhos regionais têm notado um aumento de profissionais que estão deixando o mundo corporativo para atender de forma autônoma.

Sem ir muito longe, a semana passada, em um café com um grande amigo, dono de um grande e reconhecido escritório de engenharia especializado em cálculo estrutural, me pediu orientação para transformar seu negócio, porque está muito difícil competir com engenheiros, que usando tecnologia, trabalham de casa (home office) e de forma independente.

Obviamente, o segundo, por ter uma estrutura de custo quase inexistente pode ser mais agressivo em preços.

A responsabilidade civil sobre a obra é a mesma, portanto muitas vezes os clientes acabam escolhendo o profissional liberal.

 

As atividades repetitivas e não criativas de médicos, advogados, entre outros, serão substituídas por robôs e inteligência artificial. Isso já acontece e tenho vários exemplos.

 

Além dos profissionais liberais, outro grupo que corre perigo são os autônomos e temos vários exemplos recentes.

Os taxistas espernearam quando surgiram os Apps de e-hailing (Uber, Cabify, etc.), o governo, sem saber o que fazer porque não conseguia controlar esta atividade, a proibiu em alguns locais, mais é inútil.

 

Imaginem o sindicato dos fabricantes de vela protestando e pedindo ao governo que proibisse a Thomas Edison de lançar a lâmpada elétrica porque prejudicaria seu negócio. 

Ou os vendedores de aguardente protestando porque agora os dentistas utilizam anestesia e já não se utilizam de seus produtos para embebedar os pacientes para minimizar a dor.

 

Não se trata de discutir se a tecnologia vai ou não impactar determinadas profissões, e menos ainda se deve ou não deve, se é certo ou errado, esta fase da discussão já passou, e se você era contra, sinto muito, você perdeu.

 

Agora você deve concentrar seus esforços em entender como a tecnologia vai impactar a sua profissão e saber se posicionar em relação a isso, para evitar ou mitigar os riscos ou aproveitar as oportunidades (que são muitas).

 

Para isso, você tem vários caminhos, fazer um curso online sobre a Transformação Digital para Profissionais liberais, conhecer uma metodologia que te permite analisar o impacto da tecnologia (MAIT) em sua vida, sua profissão, seu setor, sua empresa, comprando o livro sobre Technology, Business & Mindset Transformtion (Tecno-Humanização) ou se aprofundar um pouco mais fazendo o workshop (clique aqui).

 

Se ainda não está convencido e quer ter mais informação sobre o workshop, seu conteúdo, metodologia e benefícios, assista de forma gratuita uma mini-palestra onde eu vou esclarecer todas as suas dúvidas (mini-palestra gratuita).

Te vejo no próximo workshop sobre a Tecno-Humanização das Organizações onde abordaremos de forma integrada, com ferramentas e metodologias, a Transformação Tecnológica, de Negócios e de Mentalidade (Technology, Business & Mindset Transformation)!!!

Assine a Newsletter

Inscreva-se aqui e receba as últimas novidades da Tecno-Humanização no seu e-mail.

VEJA TAMBÉM:

Show Buttons
Hide Buttons